Tudo sobre Tomar e arredores
Comentar
Publicado por Luís Ribeiro, em 09.02.09 às 20:33Link do artigo | | favorito

A Igreja da Misericórdia apresenta um estilo Maneirista e a sua construção iniciou-se em 1567.

Identifica-se pelo seu Portal rematado por um nicho com a imagem de Nª Srª da Graça.

No que diz respeito à sua arquitectura, a Igreja é de nave única e as suas capelas colaterais contemplam duas pinturas maneiristas.

 

(Imagem)


Comentar
Publicado por Luís Ribeiro, em 06.02.09 às 20:53Link do artigo | | favorito

Mandado construir pelo Rei D. Manuel, o Paço Real de D. Manuel tem sido alvo de uma série de alterações ao longo de várias épocas.

Este edifício possui uma galilé de três arcos que suportam um primeiro andar com cinco janelas, com mais duas de cada lado e debaixo destas ficam duas de peitoril e mais uma centrada no piso térreo.

A janela central do primeiro piso, situa-se entre duas pedras lavradas com as armas reais e uma esfera armilar, sendo que por cima* da cimalha está a Cruz da Ordem de Cristo.

Nas traseiras do edifício, no primeiro andar existe uma galeria de sete vãos com arcos perfeitos (os três centrais abertos e os outros fechados), no andar superior os sete vãos encontram-se abertos.

Actualmente, neste edifício está instalada a Câmara Municipal de Tomar.

 

*"E veja-se aqui uma evidência do poder extremo que a Ordem tinha.
O Rei no seu palácio tem as suas armas e sinais, o brasão e a esfera armilar e por cima deles está a Cruz Templária. Não abaixo, em sinal de subordinação, nem ao lado, em sinal de igualdade mas por cima, e não é por acaso, na torre sineira de S. João Baptista ocorre tal e qual.
"

(Nota de Alfredo Caiano Silvestre que achei ser importante juntar ao artigo)

 


Comentar
Publicado por Luís Ribeiro, em 04.02.09 às 20:04Link do artigo | | favorito

A Ponte Velha ou Ponte de D.Manuel é de origem romana, localiza-se junto à Igreja e Convento de Santa Iria e é um dos acessos ao centro histórico da cidade de Tomar.

A Ponte de D. Manuel foi sujeita a várias obras de recuperação, a primeira no ano de 1480, depois em 1550 devido ás cheias, D. João V em 1710 mandou construir guardas e por fim, já no século XX voltou a sofrer obras de restauro.

 


Comentar
Publicado por Luís Ribeiro, em 02.02.09 às 19:30Link do artigo | | favorito

Situa-se em frente à Câmara Municipal de Tomar, na Praça da Republica.

Esta Igreja é da época em que o Infante D. Henrique era Governador de Ceuta, tendo sido reconstruída no séc. XVI no reinado de D. Manuel I.

É ladeada por uma torre sineira de planta quadrangular, octogonal do período tardo-gótico e um magnifico portal do mesmo estilo.

O seu interior é constituído por 3 naves definidas por arcos ogivais sem transepto.

A decoração baseia-se em motivos manuelinos, podendo destacar-se o púlpito de calcário e a abóbada da capela-mor, sendo a talha deste datada de fins do séc. XVII.

Dentro da Igreja podemos também encontrar várias lápides sepulcrais: A Degolação de S. João Baptista, Salomé Apresentando a Cabeça de S. João Baptista, A Última Ceia, A Missa de S. Gregório, Abraão e Melquisedech e A Apanha do Maná, são Painéis que foram executados no período de 1538-1539 pelo famoso pintor Gregório Lopes e que podemos encontrar dentro da igreja.

I-Tomar

 

Igreja São João Baptista


subscrever feeds
Tempo em Tomar
pesquisar
 
Twitter
Descobertas arquivadas
pesquisar
 
Sobre mim
Technorati
Add to Technorati Favorites
Twingly
Twingly BlogRank
PT Moblig
Top de Blogues
blogs SAPO